Funrural: produtor terá que calcular a própria dívida.

A Receita Federal deverá regularizar a renegociação em breve com orientações para o pagamento

 

   Quem quer parcelar a dívida, precisa aderir a um programa de renegociação até o dia 29 de Setembro, mas é preciso ficar em alerta porque a Receita Federal ainda não possui sistema que calcule o passivo. Portanto é produtor quem será o responsável pelo cálculo. 

Quem tem dívidas do Funrural terá que que quitar o passivo. Se os débitos foram contraídos até o mês de Abril deste ano, terá que pagar entrada de 4% do valor total, com cobrança de 1% nas parcelas, que devem ser quitadas de Setembro a Dezembro desde ano.

O restante da dívida vai ser parcelado mensalmente em até 14,5 anos sem juros e com desconto de 25% nas multas e encargos.

 

Para saber o valor a ser pago, é preciso calcular 0,08% do faturamento total do ano anterior e dividir em 12 parcelas que vão ser pagas no ano vigente. Se ao fim do prazo estipulado não for possível quitar toda a dívida, o produtor ainda pode parcelar o valor em 60 vezes sem descontos.

As industrias que compram a produção do agricultor ou pecuarista, que tem dívidas de ate R$15 milhões vão poder financiar o débito da mesma forma que o produtor rual pessoa física. Quem deve mais que isso, no entanto não pode parcelar o valor tendo como base 0,8% do que faturou no ano anterior. Essas pessoas são obrigadas a dividir o passivo em 176 vezes, com descontos dando uma entrada de 4% em 2017. Os que  não conseguirem pagar no prazo também podem refinanciar o restante em 60 parcelas sem descontos.

Mas como saber se o responsável pela dívida é o produtor ou a indústria? De acordo com  Djalma Lustosa, o chefe de divisão de Administração e Parcelamento da Receita Federal, ao comprar a produção, o adquirente de torna responsável pela retenção e pelo acolhimento da contribuição previdenciária.  Porém afirma que muitos produtores rurais pessoas físicas entraram na Justiça com a intenção de alegar inconstitucionalidade e a não retenção. Eles alegavam que não queriam ter a retenção efetuada, e por isso traziam para si a responsabilidade pelo recolhimento do Funrural. Segundo ele, é preciso analisar caso a caso.

 

A Receita Federal deve publicar na próxima  semana instruções normativas regulamentando a renegociação. Nela vão estar datas da cobrança e as orientações de como produtores e empresas devem fazer o pagamento. A principio, a cobrança terá inicio em Setembro, mas é bom se atentar, pois inicialmente os valores do passivo serão calculados pelo devedor.

Para saber quanto pagar ainda em 2017, é necessário entrar no Centro Virtual de Atendimento da Receita e calcular o equivalente a 4% do valor total. A partir daí, o contribuinte gera seus próprios boletos referentes à quatro parcelas iniciais da entrada do refinanciamento, que devem ser pagas até dezembro.

Para incluir no refinanciamento dívidas que estão em disputa judiciais, o contribuinte precisa desistir das ações na justiça. Assim o STF pode reanalisar a questão e isentar da dívida quem tinha liminar nas mãos. Por essa razão, a bancada ruralista vai tentar incluir na medida provisória que , caso o STF mude de posição, quem já começou a pagar seja ressarcido.

A recomendação da Receita é de que o produtor entre no programa de regularização o quanto antes. Mesmo que a medida possa sofrer mudanças no Congresso Nacional. Para Djalma, se a legislação eventualmente se tornar mais benéfica que a medida provisória, a Receita deve achar uma solução para que haja migração dos contribuinte e aproveitamento dos pagamentos que ele tiver feito.“Mas é importante saber que nada garante que haverá essa conversão em lei”A Receita informa que nem todos os devedores conseguem ver o valor total devido pelo site da entidade.

Por isso a recomendação é aguardar a publicação da instrução normativa que vai trazer todas as orientações de como o contribuinte deve prosseguir para identificar a dívida.

 

 

A Mattos Limoeiro Advogados é especialista em Direito Agrário e Ambiental, e também na regularização dos Passivos Tributários de Ruralistas. Entre em contato conosco

 

 

 

Compartilhe com seus amigos!
Twittar sobre isso!
Compartilhe com sua rede!
Curta esse post!
Please reload

Posts em destaque

DÍVIDA BANCÁRIA RURAL - BANCOS DIFICULTAM NEGÓCIAÇÃO VISANDO O ARRESTO DE FAZENDAS.

August 22, 2019

1/10
Please reload

Posts recentes
Please reload

Arquivo