Nosso Diferencial

Temos Soluções Específicas 

em Direito Bancário

Mais de uma década de experiência.

Bem vindo

ao Grupo Mattos Limoeiro Advocacia

 
  • Atuamos no modelo de “boutique jurídica”, formato que tem como principais características a alta especialização em determinada(s) área(s) do direito direcionadas para um público específico, atuação personalizada e rápida.

  • Como uma "Boutique Jurídica" criando estratégias e implementando soluções para todos os segmentos Direito Bancário: empresarial, rural, imobiliário e pessoa física. 

  • Somos especializados na defesa de Execuções de dívidas, na revisão e cobrança de saldos devedores de dividas bancárias (empresarias, rurais, agronegócio e de pessoas físicas).

  • Trabalhamos com Recuperação Judicial e Bancária com defesa em Leilões, ações de Busca e Apreensão e Reintegração de Posse.

  • Nosso resultado é voltado sempre para reestruturação financeira. 

 

Atuação Jurídica Preventiva 

 Negociações com Bancos, Judiciais e Extrajudiciais

Suspensão de anulação de leilões judiciais e extrajudiciais de imóveis

Revisional de Conta Corrente  bancária apuração de Saldo Devedor. Recálculo de Dívidas.

Ações em Defesa Bancária e execuções.
 

Regularização de dividas  Rurais e analise de contratos novados com Bancos

 

O Que podemos

fazer por você?

 

Implementamos no dia-a-dia estratégias de atuação focada em ações de defesas bancárias,  com uma Equipe, que tornou-se referência no segmento, reunindo soluções altamente especializadas.

 

Autoridade no Fazer

Em termos de estudo, ao longo dos anos desenvolvemos muita pesquisa e muita vivência no campo de batalha em nossa área de atuação.

 

O que foi validado pelo Livro publicado, https://www.editoramundojuridico.com.br/civil-e-processual-civil/acoes-revisionais-bancarias-de-financiamento-de-veiculos-1a-edicao.

Escrito pela Dra. Fabianie Martins Mattos Limoeiro, coautora do livro “Ações Revisionais Bancárias de Financiamento de Veículos” pela editora Mundo Jurídico, e o escritório de advocacia Mattos Limoeiro Advogados Associados é ganhador do prêmio Top of Mind Brazil de 2013, Prêmio Master Centro Oeste em 2016 no ramo de Direito Bancário Empresarial.

Nosso Contato Agende uma Consulta

Nossa Logomarca vem sendo construida com trabalho e participação de vários bons profisionais.

Veja alguns casos de sucesso em Renegociação de Dívidas com Bancos

Os contratos n° --- LIS-AD, n ----LIS-AD, n° - 1- CONTA CORRENTE, CAPITAL DE GIRO CREDIARIO, EMPRESTIMOS objetos da presente demanda, encontram-se vencidas e os valores devidos nesta data é de R$ -700.000,00, Valor do Acordo: deságio 20% R$ 560.000,00 (quinhentos e sessenta mil reais) Forma de Pagamento: 30% entrada + 80 parcelas de R$ 7000,00 (sete mil rea, is), Taxas de juroscomposto 2,05%, Os pagamentos das parcelas serão feitos por meio de boletos que serão remetidos aos seguintes endereços: 1% DE MULTA E 2 % DE MULTA

Sicredi: – Débito R$ 600.000.00; - Parcelas somadas mensais R$ 25.000.00

Possui: Parcelas em atraso e não tem condições de continuar adimplindo os

contratos..  Valor do Acordo: deságio 60% R$360.000,00 trinta e sessenta mil reais) Forma de Pagamento: 30% entrada + 24 parcelas de R$ 4500,00  (quarto e mil reais ), Taxas de juros  composto 1,05%

CONTA CORRENTE, CAPITAL DE GIRO CREDIARIO, EMPRESTIMOS objetos da resente demanda, encontrame vencidas e os valores devidos nesta data é de R$ -600.000,0 Para a liquidação das citadas operações, as partes se compuseram extrajudicialmente, firmado novo contrato, conforme esta minuta de acordo que será protocolada pelo Banco réu, com as seguintes condições:, Sicrei- Débito R$ 600.000.00- parcelas somadas mensais R$ 25.000.00 contratos.Valor do Acordo: deságio 35% R$ 147.000,00 (cento e quarenta mil reais) Forma de Pagamento: 30% entrada + 24 parcelas de R$ 1841,37  (mil oitocentos quarto um mil reais )Taxas de juros  composto 1,85%

Os pagamentos das parcelas serão feitos por meio de boletos que serão remetidos aos seguintes endereços: 1% DE MULTA E 2 % DE MULTA

Banco do Brasil /Aé condenado por reter totalidade de valores em conta corrente para quitação de dívida

Banco do Brasil /Aé condenado por reter totalidade de valores em conta corrente para quitação de dívida, E a discussão fica na margem entre 0 a 30%, mas nunca todo o valor encontrado na conta corrente. (...) A atitude ilícita do Banco, em bloquear o valor, impôs ao autor uma situação que supera o mero aborrecimento, comprometendo inclusive a sua sobrevivência".

Para a liquidação das citadas operações, as partes se compuseram extrajudicialmente, firmado novo contrato, conforme est minuta de acordo que será protocolada pelo Banco réu, com as seguintes condições: Sicredi - - Débito R$ 600.000.00 - - parcelas somadas mensais R$ 25.000.00 contratos. Valor do Acordo: deságio 35% R$ 147.000,00 (cento e quarenta mil reais) Forma de Pagamento: 30% entrada + 24 parcelas de R$ 1841,37  (mil oitocentos quarto um mil reais ) Taxas de juros  composto 1,85% -Os pagamentos das parcelas serão feitos por meio de boletos que serão remetidos aos seguintes endereços: 1% DE MULTA E 2 % DE MULTA

Para a liquidação das citadas operações, as partes se compuseram extrajudicialmente, firmado novo contrato, conforme esta minuta de acordo que será protocolada pelo Banco réu, com a seguintes condições: -  Banco do Brasil R$  - Débito R$  74901,85

- Parcelas somadas mensais R$ 74.901,85 - após alguns meses da nossa contratação, conseguimos um acordo com os advogados do banco para pagamento de 48 parcelas de r$ 450,00. totalizando o valor de r$ 21.600,00 Taxas de juros  composto 2,75%

Diante disso, o magistrado condenou o banco ao pagamento de indenização por danos morais, fixada em R$ 4 mil, e determinou o imediato desbloqueio dos valores em conta corrente, sob pena de multa de R$ 1 mil, por dia de descumprimento.

O banco interpôs recurso pretendendo a diminuição do valor da condenação em danos morais e a exclusão da multa diária estipulada ou a diminuição do seu valor.

SENTENÇA PROCEDENTE EM LEILÃO DE IMÓVEL - LEILÃO DECLARADO ILEGAL ressaltou ainda que a jurisprudência dominante afasta a nulidade da arrematação nos casos em que, apesar da ausência de intimação, “houver ciência inequívoca dos executados ou de seus patronos a respeito da hasta pública”. Todavia, por meio da análise do caso, o juiz observou que os executados foram intimados da penhora do imóvel e não o foram na ocasião da designação do leilão, não existindo também qualquer ato que demonstrasse a ciência inequívoca da situação. “Portanto, mostra-se imperiosa a declaração de nulidade da arrematação do imóvel”, concluiu o relator.

Agendamento de Consulta

Nossas Etapas de Trabalho

1.Desenvolvemos soluções  personalizadas para  o tipo de situação apresentada.

2.Adotamos condutas de preservação capazes de localizar processos e prevenir problemas, minimizando danos. 

3.Com a Reestruturação de  Dívidas adaptamos sua capacidade de pagamento, a sua  situação atual, para ganhar fôlego e você voltar aos negócios.

4. Finalização com Acordo.

 

Blog

  • O Endividamento a exemplo de empréstimos consignados podem ultrapassar o limite legal de endividamento – que é de até 30% do salário.

  • Endividamento Bancário Empresarial, com valores impagáveis. Contratos e Aditivos. Recálculo de Dívidas. Como não ser levado a falência? 

  • Dívida Bancária Rural - Bancos Dificultam a negociação, visando o arresto de bens. Temos soluções jurídicas e financeiras ao produtor rural.

  • Dívida e Leilão de Imóvel - O atraso para que um imóvel possa ser levado a leilão, basta 3 parcelas, mais a Justiça assegura uma série de direitos aos consumidores.

 
AVALIAMOS QUESTÕES RELACIONADAS AS SEGUINTES DIVIDAS BANCÁRIAS
Precisa de mais informações?

Estamos aqui para ajudá-lo. Entre em contato por telefone, email ou redes sociais.

  • YouTube
  • Facebook

(65) 9 9919-1250

(65) 3028-4153 /

Rua Tenente João Batista Leite Silva | Nº 129 | Bairro Araés

Cuiabá - MT - CEP: 78.005 - 590

© 2018 ML - Todos os Direitos Reservados

      Filiais

GO / PA / PR / SP / DF