Como conduzir corretamente negociações de dívida bancárias.

 

 

Até aqui, você já deve ter visto diversos materiais e dicas de como se livrar do endividamento. Mas nunca é demais reforçar os perigos da falta de planejamento e como conduzir corretamente uma negociação.


Conforme a economia em baixa vai se mantendo, as empresas acabam sendo afetadas também. A economia cresce lentamente, obrigando o desemprego. Se os credores pressionam, a negociação pode ocorrer de mal a pior, ainda mais se deixar levar e não pensar antes de assinar contratos de renegociação. 

 

QUAL EXPLICAÇÃO PARA ISSO?
Primeiramente negociar as pressas com bancos credores pode significar tremendo prejuízo, tendo em vista que o sistema bancário conhece o seu passivo e seus recursos.
Logo a preocupação bancária nem sempre será com o seu orçamento restante. Mas é oferecido chances de diminuição dos pagamentos de empréstimos passados, e com isso vem um alivio que leva o empresário a aceitar a proposta. O alivio é temporário, pois contratos antigos são substituídos pela nova negociação e taxas de juros são maiores. E mesmo com o argumento de parcelas menores, se tornarão dificuldade para o caixa empresarial. Por conta deste equivoco, um maior número de empresários buscaram soluções para seus endividamentos.


PREVENINDO PROBLEMAS COM DÍVIDAS
Conduzir a sós ou as escuras uma negociação bancaria pode estragar uma gestão: Nem sempre há conhecimento sobre tudo que foi acordado e nem noção de juros e condições. Todo cuidado é pouco para não se tornar alvo de juros altíssimos.
A empolgação com a possibilidade de quitar as dívidas pode comprometer toda a renda e ainda o pagamento do restante.
O correto é tentar um acordo viável com ajuda especializada. E para não comprometer o orçamento das dívidas, nunca comprometer mais que 30% da renda de pagamentos.
Nos período em que empresários buscam quitar tudo, essa realidade esteve e esta presente. O acordo a sós com o banco existe, mas pode ocorrer de depois haver busca profissional para revisar contratos e resolver erros de gestão quando o estrago é muito grande.
Pode ocorrer na pressa ou mesmo costumes que bancos e clientes possuem, de não haver leitura ou detalhamento especificam das taxas de juros. Nem na contratação de serviços e nem na renegociação.
Geralmente o conhecimento das taxas elevadas e suas consequências se dão após muita analise.

 

 

ENTRE EM CONTATO CONOSCO
A Mattos Limoeiro Advogados atua com prevenção jurídica, revisão de contratos para empresas.
O nosso lema é “Somos Contra o Endividamento” atuando fortemente em recuperação empresarial com analises de todas as áreas jurídicas. Nosso principal foco é revisão de contratos e estabelecimento de medidas de prevenção e assistência judicial em casos de crises e pagamentos dívidas.

 

 

 

 

Compartilhe com seus amigos!
Twittar sobre isso!
Compartilhe com sua rede!
Curta esse post!
Please reload

Posts em destaque

DÍVIDA BANCÁRIA RURAL - BANCOS DIFICULTAM NEGÓCIAÇÃO VISANDO O ARRESTO DE FAZENDAS.

August 22, 2019

1/10
Please reload

Posts recentes
Please reload

Arquivo